Cartografia geotécnica como instrumento de planejamento territorial: as cartas de suscetibilidade na Macrometrópole Paulista

Autores

  • Omar Yazbek Bitar Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - IPT
  • Sandra Momm Universidade Federal do ABC

Palavras-chave:

Cartografia geotécnica, Carta de suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e inundações, Macrometrópole Paulista

Resumo

O artigo sintetiza o desenvolvimento das cartas de suscetibilidade a movimentos gravitacionais na região da Macrometrópole Paulista, destacando-se os desafios aos municípios em sua utilização como instrumento de planejamento territorial.

Biografia do Autor

Omar Yazbek Bitar, Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - IPT

Omar Yazbek Bitar é geológo formado pelo Instituto de Geociências da USP, Mestre em Geociências pelo Instituto de Geociências da Unicamp e Doutor em Engenharia pela Escola Politécnica da USP. É pesquisador e docente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), atuando na área de Cidades, Infraestrutura e Meio Ambiente.

Sandra Momm, Universidade Federal do ABC

Arquiteta e Urbanista (UFSC), Doutorado pelo PROCAM-USP, pós-doutorado na Faculdade de Planejamento Espacial - TU Dortmund; Professora Associada do Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas e Coordenadora da Pós-Graduação em Planejamento e Gestão do Território da Universidade Federal do ABC.

Publicado

2021-11-11

Como Citar

YAZBEK BITAR, O. .; MOMM, S. . Cartografia geotécnica como instrumento de planejamento territorial: as cartas de suscetibilidade na Macrometrópole Paulista. Diálogos Socioambientais na Macrometrópole Paulista, v. 4, n. 12, p. 25-29, 11 nov. 2021.