A construção da inclusão

uma perspectiva histórica

Autores

  • Sadao Omote UNESP

Palavras-chave:

Diversidade, Inclusão, Estigma

Resumo

O presente texto defende a ideia de que a inclusão vem sendo construída há séculos e polemizar algumas questões relacionadas a ela. São aventados argumentos de que a inclusão não teve início na década de 1990, em particular a partir da Declaração de Salamanca. Argumenta-se também que, como um processo contínuo iniciado há séculos, a inclusão se ampliará progressivamente, ao mesmo tempo em que, como decorrência do progresso, que implica inevitavelmente a emergência de novas oportunidades e demandas, novas áreas de exclusão serão criadas. Portanto, não haverá uma sociedade totalmente inclusiva. Admitir a possibilidade da inclusão total significa admitir a estagnação da sociedade. Mas, a utopia da inclusão total é necessária para servir de norte à permanente luta do Homem em busca da progressiva melhoria na qualidade de vida, da superação de seus limites e de ação sobre o seu ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Omote, S. (2021). A construção da inclusão: uma perspectiva histórica. Revincluso - Revista Inclusão & Sociedade , 1(1), 17-32. Recuperado de https://periodicos.ufabc.edu.br/index.php/revincluso/article/view/608