Limites históricos e desafios sobre a participação política das mulheres negras no Brasil

Conteúdo do artigo principal

Letícia Pereira

Resumo

Neste presente artigo será abordada a complexa relação entre a presença de mulheres negras na política e alguns dos percalços enfrentados por elas. Farei uma análise histórico/teórica de raça e gênero, para expor a raiz do problema que faz com que essas mulheres estejam em um número menor se comparado a sua proporção em território brasileiro. Por fim demonstrarei em dados estatísticos as diferentes representações em candidaturas e eleitos nas eleições de 2014 e 2018.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
PEREIRA, Letícia. Limites históricos e desafios sobre a participação política das mulheres negras no Brasil. ÎANDÉ : Ciências e Humanidades, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 87–104, 2022. DOI: 10.36942/iande.v6i1.263. Disponível em: https://periodicos.ufabc.edu.br/index.php/iande/article/view/263. Acesso em: 15 jul. 2024.
Seção
Artigos

Referências

ALMEIDA, Rodolfo; MARIANI, Daniel. Qual o perfil da população carcerária brasileira: Indicadores de gênero, raça, escolaridade e nacionalidade nos presídios e na população brasileira. Nexo Jornal, 2017. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/grafico/2017/01/18/Qual-o-perfil-da-popula%C3%A7%C3%A3o-carcer%C3%A1ria-brasileira. Acesso em: 24 maio 2020.

ALMEIDA, Silvio. Racismo Estrutural. 1. edição. São Paulo: Pólen; Sueli Carneiro, 2019.

ANTUNES, Pedro Paulo. Travestis envelhecem? São Paulo: Annablume, 2013

BENEVIDES, Bruna; NOGUEIRA, Sayonara. Dossiê dos assassinatos e da violência contra travestis e transexuais brasileiras em 2019. São Paulo: Expressão Popular, ANTRA, IBTE, 2020.

CARDOSO, Lourenço. Branquitude acrítica e crítica: A supremacia racial e o branco anti-racista. Revista Latinoamericana De Ciencias Sociales, Niñez Y Juventud, Manizales, v. 8, n. 1, p. 607–630, 2010. Disponível em: https://revistaumanizales.cinde.org.co/rlcsnj/index.php/Revista-Latinoamericana/article/view/70. Acesso em: 22 jul. 2022.

CARNEIRO, Aparecida Sueli. Mulheres negras e poder: um ensaio sobre a ausência. Revista do Observatório Brasil da Igualdade de Gênero. Brasília: Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, 2009.

CAMPOS, Luiz Augusto. Socialismo moreno, conservadorismo pálido? Cor e recrutamento de candidaturas nas duas maiores cidades brasileiras. DADOS: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 58, n. 3, p. 689-719, 2015.

CERQUEIRA, Daniel et al. Atlas da violência 2019. Rio de Janeiro: IPEA-FBSP, 2019.

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. São Paulo: Boitempo, 2016.

DEPEN. Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias: dezembro de 2019. 2019. Disponível em: https://www.gov.br/depen/pt-br/servicos/sisdepen. Acesso em: 14 jun. 2020.

MULHERES NEGRAS DECIDEM. Diagnóstico. 2020. Disponível em: https://mulheresnegrasdecidem.org/mitos. Acesso em: 14 de jun. 2020.

GANDRA, Alana. Mulheres negras se mobilizam para ampliar presença na política. Agência Brasil. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2018-07/mulheres-negras-se-mobilizam-para-ampliar-presenca-na-politica. Acesso em: 14 jun. 2020

HOOKS, Bell. Não sou eu uma mulher: mulheres negras e feminismo. Tradução livre para a Plataforma Gueto, 2014.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Desigualdades Sociais por cor ou raça no Brasil. Estudos e pesquisas: Informação demográfica e socioeconômica, Rio de Janeiro, n. 41, p. 1-12, 2019. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101681_informativo.pdf. Acesso em: 24 maio 2020.

IBGE EDUCA. Cor ou raça. IBGE educa. Disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/18319-cor-ou-raca.html. Acesso em: 9 maio 2020.

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação: episódios de racismo cotidiano. 1. edição. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

LEAL, Maria do Carmo et al. A cor da dor: iniquidades raciais na atenção pré-natal e ao parto no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 33, n. Sup 1:e00078816, p. 1-17, 2017

LOURENA, Aline; FAUSTINO, Amanda. Tão poucas ou quase nenhuma: mulheres negras na política. 2015. (20m35s) Disponível em: https://youtu.be/-_q8nXRXK9Q. Acesso em: 24 maio 2020.

MARCONDES, Mariana Mazzini et al. Dossiê mulheres negras: retrato das condições de vida das mulheres negras no Brasil. Brasília: IPEA, 2013.

PNAD. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: PNAD 2015. Rio de Janeiro: IBGE, 2015.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. 1. edição. São Paulo: Editora N-1 Edições, 2018.

SILVEIRA, Daniel. Em sete anos, aumenta em 32% a população que se declara preta no Brasil. G1. Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/22/em-sete-anos-aumenta-em-32percent-a-populacao-que-se-declara-preta-no-brasil.ghtml. Acesso em: 24 maio 2020.

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Eleitor e eleições: Estatísticas eleitorais. 2019. Disponível em: http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleitorais. Acesso em: 2 maio 2020.

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Série Inclusão: antes excluídos, hoje índios e negros participam ativamente do processo eleitoral. 2013. Disponível em: https://tse.jusbrasil.com.br/noticias/100467692/serie-inclusao-antes-excluidos-hoje-indios-e-negros-participam-ativamente-do-processo-eleitoral. Acesso em: 17 abr. 2020.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.