Avanços na conscientização da sociedade sobre conceitos fundamentais relacionados ao tempo, clima e Mudanças Climáticas

Autores

  • Tercio Ambrizzi Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)
  • Amanda Rehbein Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)
  • Lívia Márcia Mosso Dutra Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)
  • Natália Machado Crespo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Palavras-chave:

Mudanças Climáticas, sociedade, clima, conscientização, efeito estufa

Resumo

Boa parte da população brasileira provavelmente já ouviu e leu um pouco sobre "aquecimento global” nos principais veículos de comunicação do dia a dia. Seja em reportagens na TV, ou em manchetes em destaque nos principais websites de notícias, é inegável que o tópico "Mudanças Climáticas” tem sido discutido com maior frequência a cada ano. Apesar desta crescente tendência de popularização do tema, será que o público em geral realmente compreende o significado de termos como “efeito estufa”, e as implicações envolvidas para o futuro de nosso planeta? Pensando nisso, pesquisadores da Universidade de São Paulo (e autores deste artigo) trabalharam na elaboração de conteúdos educativos para a sociedade, com textos em linguagem de fácil entendimento e ilustrações originais que buscam captar o interesse do leitor e estimular o aprendizado. Todo o conteúdo está disponível de forma gratuita em www.climaesociedade.iag.usp.br desde abril de 2021, com o principal objetivo de contribuir para incorporar a temática das Mudanças Climáticas no vocabulário e compreendimento da sociedade. Neste artigo, os autores descrevem as motivações por trás deste trabalho, e os principais impactos observados desde o lançamento do material desenvolvido.

Biografia do Autor

Tercio Ambrizzi, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Tércio Ambrizzi - Professor Titular no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é Superintendente de Gestão Ambiental na USP e coordenador do INterdisciplinary CLimate INvestigation cEnter (INCLINE). Possui doutorado em Meteorologia pela Universidade de Reading, Reino Unido, e atua na área de Ciências Atmosféricas, com ênfase em Meteorologia Dinâmica, Modelagem Numérica da Atmosfera e Climatologia. É membro da Academia Brasileira de Ciências e já publicou mais de 130 artigos científicos em revistas científicas arbitradas e dezenas de livros e capítulos de livros.

Amanda Rehbein, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Amanda Rehbein - Possui graduação em Meteorologia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestrado e doutorado em Ciências Atmosféricas pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), tendo realizado estágio de pesquisa na Universidade de Tóquio, Japão, na área de modelagem climática de alta resolução. É coordenadora discente do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) da USP. Atua nas áreas de Meteorologia Dinâmica, Mesoescala, Modelagem Numérica e Mudanças Climáticas.

Lívia Márcia Mosso Dutra, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Natália Machado Crespo, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP)

Natália Machado Crespo - Formada em Meteorologia-Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maria, trabalhou no Laboratório Ozônio x Radiação do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CRS/INPE-MCTI), onde exerceu atividades no Programa de Monitoramento do Ozônio Atmosférico. Possui Mestrado e Doutorado em Ciências (Área: Meteorologia) pela Universidade de São Paulo, sendo o foco de sua pesquisa o estudo da relação entre ciclogênese em superfície e vorticidade potencial em altos níveis. Atualmente é pós-doutoranda no IAG-USP, no projeto Western South Atlantic Climate Experiment (WeSACEx), e integrante do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) do IAG-USP desde 2014.

Publicado

2021-09-06 — Atualizado em 2021-09-15

Versões

Como Citar

AMBRIZZI, T. .; REHBEIN, A. .; MÁRCIA MOSSO DUTRA, L. .; MACHADO CRESPO, N. . Avanços na conscientização da sociedade sobre conceitos fundamentais relacionados ao tempo, clima e Mudanças Climáticas. Diálogos Socioambientais na Macrometrópole Paulista, v. 4, n. 11, p. pp. 13 - 19, 15 set. 2021.