A abordagem climática no âmbito do Zoneamento Ecológico-Econômico do estado de São Paulo (ZEE-SP)

Autores

  • Lucia Sousa e Silva Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental
  • Natália Micossi da Cruz Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental
  • Nádia Gilma Beserra de Lima Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Instituto de Pesquisas Ambientais
  • Gil Scatena Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental

Palavras-chave:

Planejamento regional, gestão territorial, políticas públicas, mudanças climáticas

Resumo

O objetivo do presente artigo foi descrever sucintamente a situação do Zoneamento Ecológico-Econômico no estado de São Paulo (ZEE-SP), com destaque à sua relação com a questão do clima e sua possível contribuição para o enfrentamento dos impactos das mudanças climáticas. Concluiu-se que, como instrumento da Política Estadual de Mudanças Climáticas, o processo de elaboração do ZEE-SP reforça a importância da temática climática na gestão territorial, ao pautar a resiliência às mudanças climáticas como uma de suas diretrizes estratégicas e ao considerar projeções climáticas em sua construção.

Biografia do Autor

Lucia Sousa e Silva, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1994), e mestrado e doutorado em Ciência Ambiental pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental da Universidade de São Paulo (2005 e 2013). Desde 2012, é funcionária efetiva da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, na Coordenadoria de Planejamento Ambiental (CPLA), onde atua na análise de dinâmicas territoriais e na proposição de instrumentos de planejamento e gestão territorial.

Natália Micossi da Cruz, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP (2006). É funcionária efetiva da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, na Coordenadoria de Planejamento Ambiental (CPLA) desde 2009 e, desde 2016, diretora do Centro de Planejamento Territorial Ambiental. Atua na análise de dinâmicas territoriais e na proposição de instrumentos de planejamento e gestão territorial ambientais.

Nádia Gilma Beserra de Lima, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Instituto de Pesquisas Ambientais

Possui graduação em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (2005), Mestrado (2009) e Doutorado (2014) em Ciências pelo Programa de Pós-graduação em Geografia Física da Universidade de São Paulo. Trabalhou como Especialista Ambiental na Coordenadoria de Planejamento Ambiental - CPLA, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – SIMA (2010 a 2020) e atualmente faz parte do corpo técnico do Instituto de Pesquisas Ambientais – IPA (antigo Instituto Geológico).

Gil Scatena, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo / Coordenadoria de Planejamento Ambiental

Formado em Turismo pela Universidade Anhembi Morumbi; Mestre em Planejamento e Gestão do Território pela Universidade Federal do ABC (UFABC); Professor de Gestão Ambiental na Universidade 9 de Julho e Centro Universitário SENAC; Coordenador de Planejamento Ambiental da Coordenadoria de Planejamento Ambiental (CPLA) da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sima), de 2017 até o presente.

Publicado

2021-09-06 — Atualizado em 2021-09-17

Versões

Como Citar

SOUSA E SILVA, L. .; MICOSSI DA CRUZ, N. .; GILMA BESERRA DE LIMA, N. .; SCATENA, G. . A abordagem climática no âmbito do Zoneamento Ecológico-Econômico do estado de São Paulo (ZEE-SP). Diálogos Socioambientais na Macrometrópole Paulista, v. 4, n. 11, p. pp. 09 - 11, 17 set. 2021.