A Experiência da Escola São Paulo de Ciência Avançada no Nexo Água-Energia-Alimentos

Autores

  • Ana Paula Bortoleto Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo

Palavras-chave:

Nexo água-energia-alimentos, Interdisciplinaridade, Ensino, Políticas Públicas

Resumo

A palavra NEXO significa a compreensão dessas interdependências, tensões e compensações; oferecendo um enfoque conceitual para melhor compreender as interações entre o ambiente natural e as atividades humanas. As universidades têm um papel essencial no fomento de capacidade humana para o desenvolvimento de novas práticas de gestão, inovação tecnológica e no fomento de novas pesquisas que reconheçam as condições locais, regionais e globais, e que desafiem o pensamento convencional. A Escola São Paulo de Ciência Avançada no Nexo Água-Energia-Alimentos teve como objetivo central permitir uma análise aprofundada por seus participantes dos benefícios da aplicação da abordagem NEXO em diferentes campos científicos, servindo como um fórum para troca de experiências, conhecimentos e perspectivas. A maioria dos participantes e palestrantes foram incisivos em destacar que a sinergia entre as distintas áreas (água, energia e alimentos) do NEXO, através de cursos interdisciplinares, é crucial para a capacitação de pesquisadores apesar das dificuldades a serem superadas. Destaca-se, assim, a urgência da inclusão da abordagem do NEXO nos currículos acadêmicos das universidades brasileiras, de forma transversal não se restringindo a uma disciplina isolada.

Biografia do Autor

Ana Paula Bortoleto, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo

Engenheira civil pela Universidade Estadual de Campinas, com mestrado e doutorado pela Universidade de Tóquio em Engenharia Urbana e Ambiental, e livre-docência em Design pela Universidade de São Paulo (FAUUSP). Trabalhou como pesquisadora associada no Departamento de Geografia da Universidade de Sheffield (2011, EU FP7 Marie Curie Fellowship) e no Instituto Max-­Planck para Desenvolvimento Humano (2013, Alexander von Humboldt Fellowship). Atualmente, é professora doutora do Departamento de Infraestrutura e Ambiente da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo; sendo responsável pela área de gestão de resíduo sólido. Seus principais temas de pesquisa são: prevenção de resíduo sólido, comportamento pró-ambiental, análise de ciclo de vida e gestão integrada de resíduo sólido. É membro da Marie Curie Alumni Association (MCAA) Brazil Chapter e do Clube Humboldt do Brasil.

Publicado

2021-04-30

Como Citar

BORTOLETO, A. P. . A Experiência da Escola São Paulo de Ciência Avançada no Nexo Água-Energia-Alimentos . Diálogos Socioambientais na Macrometrópole Paulista, v. 4, n. 10, p. 32-35, 30 abr. 2021.

Edição

Seção

Interdisciplinaridades