COMPLIANCE NO TERCEIRO SETOR

desafios da implantação do Programa de Integridade no SEBRAE Ceará

Autores

  • Gabrielly Aquino Universidade Federal do Ceará
  • Kilvia Souza Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.36942/reni.v5i2.363

Palavras-chave:

Compliance, Programa de Integridade, Transparência, Ética, SEBRAE

Resumo

Tendo em vista a grande relevância que as entidades paraestatais conquistaram em decorrência da sua atuação paralela à Administração Pública nacional, este artigo tem como mote central a investigação de aspectos pertinentes quanto à interiorização dos princípios éticos e morais relativos à cultura do SEBRAE Ceará, com foco no setor de Auditoria. O objetivo principal do estudo foi o conhecimento das variáveis que influenciam a internalização do compliance na cultura organizacional do SEBRAE, as quais são frutos das ações destinadas à implementação do Programa de Integridade - PI, assim como a valorização dos princípios da transparência e da ética organizacional pelos colaboradores. Observou-se que há uma limitação, especialmente quando se trata de recursos destinados ao desenvolvimento do PI e do apoio da Alta Administração em reconhecer e considerar as questões relacionadas ao citado Programa. Apesar dos obstáculos descritos no estudo, observou-se, também, um grau de resiliência dos colaboradores frente aos ideais do programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-10-22

Como Citar

Aquino, G., & Souza, K. (2020). COMPLIANCE NO TERCEIRO SETOR: desafios da implantação do Programa de Integridade no SEBRAE Ceará. Revista De Empreendedorismo, Negócios E Inovação, 5(2), 105 -126. https://doi.org/10.36942/reni.v5i2.363

Edição

Seção

Artigos

Most read articles by the same author(s)