Walter Benjamin, arauto da Teologia da Libertação?

Por uma crítica das aproximações entre marxismo e teologia

Autores

  • Fernando Araujo Del Lama Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.36942/rfim.v1i2.381

Palavras-chave:

Walter Benjamin, América Latina, Marxismo, Teologia, Teologia da Libertação

Resumo

O artigo propõe uma avaliação crítica das considerações feitas por alguns intérpretes a respeito das relações entre Walter Benjamin e a América Latina, que tendem a salientar a aliança entre os elementos teológicos e marxistas na reflexão benjaminiana tardia e das supostas similaridades desta com as premissas da corrente teológica cristã Teologia da Libertação. O eixo principal da argumentação consiste na mobilização da distinção, formulada por Jeanne Marie Gagnebin, entre os conceitos de teologia e religião na obra benjaminiana de modo a questionar tal afinidade, estabelecida primariamente por Michael Löwy.

Referências

ANDRADE, Luís Martínez. O capitalismo como religião: a Teologia da Libertação em uma perspectiva decolonial. Caminhos, Goiânia, v. 16, n. 1, pp. 166-180, jan./jun. 2018. Disponível em: <http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/6364>. Acesso em: 08.11.2020.

BARCK, Karlheinz. Walter Benjamin and Erich Auerbach: Fragments of a Correspondence. Diacritics, Vol. 22, No. 3/4, Commemorating Walter Benjamin, pp. 81-3, Autumn – Winter, 1992. Disponível em: <https://www.jstor.org/stable/465267>. Acesso em: 08.11.2020.

BENJAMIN, Walter. Gesammelte Schriften. Hrsg. R. Tiedemann und H. Schweppenhäuser. 7 Bände. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1972-1989.

BENJAMIN, Walter. Briefe. 2 Bände. Hrsg. und mit Anmerkungen versehen von Gershom Scholem und Theodor W. Adorno. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1978.

BENJAMIN, Walter. Gesammelte Briefe. Hrsg. Theodor-W.-Adorno-Archiv. 6 Bände, hrsg. C. Gödde, H. Lonitz. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1995-2000.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de História. In: LÖWY, Michael. Walter Benjamin – aviso de incêndio. Trad. das teses Jeanne Marie Gagnebin e Marcos Lutz Müller. São Paulo: Boitempo, 2005.

BENJAMIN, Walter. Werke und Nachlaß. Kritische Gesamtausgabe – Band 8: Einbahnstraße. Hrsg. Detlev Schöttker. Berlin: Suhrkamp, 2009.

BENJAMIN, Walter. Werke und Nachlaß. Kritische Gesamtausgabe – Band 19: Über den Begriff der Geschichte. Hrsg. Gérard Raulet. Berlin: Suhrkamp, 2010.

BENJAMIN, Walter. Curriculum vitae, Dr. Walter Benjamin. In: BENJAMIN, Walter. Origem do drama trágico alemão. Trad. João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

BENJAMIN, Walter. Werke und Nachlaß. Kritische Gesamtausgabe – Band 13: Kritiken und Rezensionen. Hrsg Heinrich Kaulen. Berlin: Suhrkamp, 2011a.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Trad. Francisco de Ambrosis Pinheiro. Porto Alegre: Zouk, 2012.

BENJAMIN, Walter. Experiência e pobreza. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Rouanet; rev. técnica Márcio Seligmann-Silva. São Paulo: Brasiliense, 2012a.

BENJAMIN, Walter. Fragmento teológico-político. In: BENJAMIN, Walter. O anjo da história. Trad. João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica, 2012b.

BENJAMIN, Walter. Rua de mão única. In: BENJAMIN, Walter. Rua de mão única. Trad. Rubens Rodrigues Torres Filho e José Carlos Martins Barbosa; rev. técnica Márcio Seligmann-Silva. São Paulo: Brasiliense, 2012c.

BENJAMIN, Walter. Werke und Nachlaß. Kritische Gesamtausgabe – Band 16: Das Kunstwerk im Zeitalter seiner technischen Reproduzierbarkeit. Hrsg. Burkhardt Lindner. Berlin: Suhrkamp, 2012d.

BENJAMIN, Walter. Brion, Bartolomé de Las Casas. In: BENJAMIN, Walter. O capitalismo como religião. Org. Michael Löwy; trad. Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2013.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Org. Willi Bolle; trad. do alemão Irene Aron; trad. do francês Cleonice Paes Barreto Mourão; rev. técnica Patrícia Freitas Camargo. Belo Horizonte: UFMG, 2018.

BÍBLIA, N. T. In: BÍBLIA, Português. Bíblia sagrada. Tradução: Centro Bíblico Católico. 110ª Ed. São Paulo: Ave-Maria, 1997.

BOFF, Leonardo. Jesus Cristo Libertador: ensaio de cristologia crítica para o nosso tempo. Petrópolis: Vozes, 1985.

BOLLE, Willi. Fisiognomia da Metrópole Moderna. Representação da História em Walter Benjamin. São Paulo: EDUSP, 1994.

DUSSEL, Enrique. Teologia da libertação: um panorama de seu desenvolvimento. Trad. Francisco da Rocha Filho. Petrópolis: Vozes, 1999.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Walter Benjamin, um “Estrangeiro de nacionalidade indeterminada, mas de origem alemã”. In: SELIGMANN-SILVA, Márcio (Org.). Leituras de Walter Benjamin. São Paulo: FAPESP; Annablume, 2007.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Teologia e messianismo no pensamento de Walter Benjamin. In: GAGNEBIN, Jeanne Marie. Limiar, aura e rememoração. São Paulo: Ed. 34, 2014.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Gewalt und Eingedenken. Zur Benjamin-Rezeption in Brasilien. In: BLÄTTLER, Christine; VOLLER, Christian (Hrsg.). Walter Benjamin Politisches Denken. Baden-Baden: Nomos, 2016.

GARCÍA, Luis Ignacio. Constelación austral. Walter Benjamin em la Argentina. Herramienta. Revista de debate y critica marxista, vol. 43, año XIV, Buenos Aires, Marzo de 2010, pp. 75-92.

GAVIÑA, Graciela Wamba. Zur Rezeption Walter Benjamins in Argentinien. In: GARBER, Klaus; REHM, Ludger. (Hrsg.). Global Benjamin. Bd. 3. München: Wilhelm Fink, 1999.

GOTAY, Samuel Silva. O pensamento cristão revolucionário na América Latina e no Caribe (1960-1973): implicações da Teologia da Libertação para a Sociologia da Religião. Trad. Luiz João Gaio. São Paulo: Paulinas, 1985.

GUTIÉRREZ, Gustavo. Teología de la liberación. Perspectivas. 14ª ed. revisada y aumentada. Salamanca: Sigueme, 1990.

HUFF JÚNIOR, Arnaldo Érico. Teologia e revolução: a radicalização teológico-política de Richard Shaull. Estudos de Religião, vol. 26, no. 43, pp. 56-76. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v26n43p56-76>. Acesso em: 08.11.2020.

LÖWY, Michael. Walter Benjamin – aviso de incêndio. Uma leitura das teses “Sobre o conceito de história”. Trad. Wanda Nogueira Caldeira Brant. São Paulo: Boitempo, 2005.

LÖWY, Michael. O capitalismo como religião: Walter Benjamin e Max Weber. In: JINKINGS, Ivana; PESCHANSKI, João Alexandre (Orgs.). As utopias de Michael Löwy. São Paulo: Boitempo, 2007.

LÖWY, Michael. Walter Benjamin, crítico da civilização. In: BENJAMIN, Walter. O capitalismo como religião. Org. Michael Löwy, trad. Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2013.

LÖWY, Michael. O que é Cristianismo da Libertação? Religião e política na América Latina. 2a ed. Trad. Vera Lúcia Mello Josceline. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo; Expressão Popular, 2016.

LÖWY, Michael. O ponto de vista dos vencidos na história da América Latina – reflexões metodológicas a partir de Walter Benjamin. In: LÖWY, Michael. A revolução é o freio de emergência. Trad. Paolo Colosso. São Paulo: Autonomia Literária, 2019.

MACHADO, Francisco de Ambrosis Pinheiro. Imagem e consciência da história: pensamento figurativo em Walter Benjamin. Trad. Milton Camargo Mota. São Paulo: Loyola, 2013.

PRADO, Ignacio M. Sánchez. Reading Benjamin in Mexico: Bolívar Echeverría and the Tasks of Latin America Philosophy. Discourse, vol. 32, no. 1, Benjamin in Latin America (Winter 2010), pp. 37-65. Disponível em: <https://www.jstor.org/stable/41389830>. Acesso em: 08.11.2020.

PRESSLER, Gunter Karl. Benjamin, Brasil: A recepção de Walter Benjamin, de 1960 a 2005. Um estudo sobre a formação da intelectualidade brasileira. São Paulo: Annablume, 2006.

ROUANET, Sérgio Paulo. A recepção da filosofia alemã no Brasil: o caso de Walter Benjamin. Revista Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n. 130/131, pp. 161-182, jul. /dez. 1997.

SCHOLEM, Gershom. Walter Benjamin. A história de uma amizade. Trad. Geraldo Gerson de Souza, Natan Norbert Zins e J. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 2008.

WITTE, Bernd. Walter Benjamin: uma biografia. Trad. Romero Freitas. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

Publicado

2021-07-14

Como Citar

DEL LAMA, F. A. Walter Benjamin, arauto da Teologia da Libertação? Por uma crítica das aproximações entre marxismo e teologia. Revista de Filosofia Instauratio Magna, v. 1, n. 2, p. 35-80, 14 jul. 2021.

Edição

Seção

Artigos