Viabilidade de Mercados Futuros de Etanol na Bm&F-Bovespa

Estudos de Caso

Autores

  • Derick Davi Quintino Universidade de São Paulo/ESALQ
  • Carlos Eduardo de Freitas Vian Universidade de São Paulo/ESALQ

DOI:

https://doi.org/10.36942/reni.v7i2.730

Resumo

O objetivo do artigo é analisar os fatores favoráveis e impedimentos do uso de contratos futuros de etanol na BM&F-Bovespa pelas usinas operando no Brasil. O aparato teórico é baseado nos critérios tradicionais da teoria do sucesso e falha de mercados futuros aplicados em diversas commodities no Brasil. O método de análise é fundamentado em múltiplos estudos de caso coletados através de questionários enviados aos agentes comercializadores de etanol nas usinas. Os resultados sugerem que os principais obstáculos à criação de liquidez nos mercados futuros de etanol no Brasil são: i) concentração de mercado no elo da distribuição; ii) competição com preços controlados da gasolina; iii) verticalização a jusante por parte das maiores firmas; iv) possibilidade de maiores lucros durante períodos de safra e entressafra e através de grupos de comercialização, e; v) inadequação do desenho contratual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-10

Como Citar

Quintino, D. D., & Vian, C. E. de F. (2022). Viabilidade de Mercados Futuros de Etanol na Bm&F-Bovespa: Estudos de Caso. Revista De Empreendedorismo, Negócios E Inovação, 7(2), 164 - 181. https://doi.org/10.36942/reni.v7i2.730

Edição

Seção

Artigos

Most read articles by the same author(s)